Categoria: Noticias

Marcada para o período entre 22 de julho e 29 de agosto a mostra de decoração Morar Mais por Menos de 2010 apresenta novidades de decoração, arquitetura e casa própria para tornar possível a criação de ambientes sofisticados e bem decorados a um valor acessível a quem pensa em construir, comprar ou reformar.

No total, a quarta edição da exposição terá 50 ambientes e o tema O chique que cabe no seu bolso.

A Solarium marca sua presença na Morar Mais por Menos de Brasília nos ambiantes Restaurante, da arquiteta Mônica Pinto, com o Piso Etno Funghi e no ambiente Living, da arquiteta Beth Rosso, com o Revestimento Ovale Fendi e Piso Carrara Fendi.

Para mais informações acesse http://www.morarmais.com.br/.

A Solarium também esta presente na Casa Cor 2010 São Paulo, em sua 24º edição,que abriu suas portas no dia 25 de Maio. A mostra deste ano traz ambientes com sofisticação, conforto e estilo de vida através das mostras Casa Hotel, Casa Kids, BGourmet e Casa Talentos.

Veja abaixo as fotos dos ambientes que utilizam produtos Solarium:

A Solarium estará presente na edição 2010 da Casa Cor Rio Grande do Sul e São Paulo nos seguintes ambiente:

Rio Grande do Sul

  • Circulação
    Arq. Thiago Camino
    Produto Ovalle Travertino
  • Lounge Savarauto
    Arq. Larissa Dias e Arq. Alexandre Grivicich
    Produto Ovalle Coal
  • Mousseria
    Arq. Fernanda Dallarosa e Arq. Michele Monks
    Produto Legno Cargo

A unidade pernambucana da Solarium Revestimentos fornece pisos para a Reserva do Paiva, megacomplexo turístico e imobiliário avaliado em R$ 1,6 bilhão, no Cabo de Santo Agostinho, no litoral do estado. Foram encomendados mais de 1.000 m² de pisos cimentícios das linhas Classic Branco e Classic Fendi, para o condomínio residencial Morada da Península, da construtora Odebrecht.

A crise continua no mercado de revestimentos fora do Brasil, constata na maior feira do setor, a Cevisama, que termina sexta-feira em Valência, a arquiteta Ana Cristina de Souza Gomes, da Solarium. Está 30% menor que as anteriores. Faltam lançamentos em tamanho e cores. O foco são produtos sutentáveis e inovação no usa das peças, que podem revestir aquecedores e virar até paredes aquecidas.

Texto da coluna Observador de Afonso Ritter, publicado no Jornal do Comércio dia 12 de fevereiro de 2010.

A face mais visível do boom da construção civil no país são os imóveis sendo erguidos e lançamentos de empreendimentos para todas as faixas de renda num ritmo nunca visto.

 

Um dos maiores empreendimentos turísticos em construção no Brasil conta com a participação gaúcha. A Solarium vem forncendo piso para a Reserva do Paiva, megacomplexo de R$ 1,6 bilhão no Cabo de Santo Agostinho, região metropolitana do Recife (PE). Com previsões otimistas relacionadas ao setor de construção civil (a Fundação Getúlio Vargas estima crescimento real de 8,8% em 2010), a Solarium tem planos de expansão estratégica e prevê ampliação do quadro de funcionários.

Ótimas opções para o entorno da piscina e áreas externas, os pisos cimentícios não esquentam e ainda são antideslizantes.

Quem nunca fugiu do piso quente da piscina ou teve de jogar água nas bordas para sentar com mais conforto? Para resolver essa questão, algumas empresas fabricam pisos e bordas de concreto atérmico, um material constituído de cimento e minerais refratários. Além de não esquentar com o sol, o produto ainda é antiderrapante, porque possui furos na superfície que funcionam como ventosas aumentando a aderência da pele ao piso.

Sustentabilidade ambiental da Solarium está na Casa Cor 2009

A Casa Cor Pernambuco 2009, mostra de arquitetura e decoração que segue até o dia 20 de dezembro no Armazém 11, no Bairro do Recife, apresenta soluções em decoração focadas na sustentabilidade e preservação ambiental. Dentro dessa proposta, os arquitetos Renata Komuro, Diogo Viana e Carla Marques escolheram os pisos ecológicos da Solarium Revestimentos para compor seus ambientes.

A Solarium comemora o crescimento de vendas no mês de setembro. O maior crescimento foi registrado no Nordeste, onde a comercialização da unidade de Recife dobrou. Esse aumento nas vendas possibilitará aumento da fábrica em Pernambuco.